Publicado em

Justiça reconhece união estável simultânea ao casamento

Por Tatiana Antunes Valente Rodrigues

Em recente decisão, o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) reconheceu a existência de união estável com consequente direito à pensão, feito por uma mulher que afirmava ter vivido por 40 anos com um homem casado (já falecido). A decisão é interessante dado que, durante todo o período do relacionamento, a esposa do falecido tinha do relacionamento paralelo.

Continuar lendo Justiça reconhece união estável simultânea ao casamento